Quem está em busca de uma estratégia digital capaz de alavancar as vendas, melhorar o posicionamento da empresa e aumentar a penetração da marca, muito provavelmente já se deparou com o marketing de conteúdo.

Peça essencial em qualquer estratégia de inbound marketing e de marketing digital, a criação de conteúdos pode trazer inúmeras vantagens para a sua empresa, ajudando a se posicionar melhor nos sites de busca, se relacionar de forma assertiva com seu público-alvo e ainda contribuindo para captar novos leads.

Porém, quando alguns cuidados não são tomados, é possível que as estratégias de conteúdo não tragam retornos expressivos – ou sequer tragam algum retorno para a sua empresa. Continue a leitura e descubra os principais erros a serem evitados.

Desconsiderar a persona

Antes de começar a produzir qualquer conteúdo – ou até mesmo de definir o calendário editorial, é essencial que você saiba quem são as suas personas e tenha um retrato claro e fiel das mesmas.

Infelizmente, muitos empresários quando estão começando a implantar o marketing de conteúdo desconsideram essa etapa essencial e acabam criando conteúdos sem relevância alguma para seu público-alvo, o que, logicamente, acaba se transformando em estratégias que não convertem e não atingem os objetivos.

Para que os conteúdos publicados consigam trazer retorno, você deve começar a elaborar a lista das personas do seu negócio, sempre se baseando nos seus clientes reais. Reúna o máximo de informações que conseguir, como:

  • Sexo;
  • Idade;
  • Grau de escolaridade e nível de renda;
  • Localização geográfica;
  • Preferências de consumo;
  • Formas que consomem informação;
  • Principais problemas;
  • Principais soluções que os seus serviços ou produtos oferecem a essas pessoas.

Com uma boa persona definida, será mais fácil definir quais conteúdos (e formatos de conteúdos) são mais relevantes para essas pessoas, a linguagem adequada, seus principais problemas, o que elas enxergam como diferencial na sua empresa, entre outros.

Desconsiderar a jornada do comprador

A jornada do comprador ou o funil de vendas é algo extremamente importante em qualquer estratégia de marketing de conteúdo e irá definir quais tipos de postagens são voltadas para quais públicos.

Pense que, ao acessar o seu blog, nem todos os possíveis consumidores estão na mesma fase de decisão de compra. Alguns acabaram de chegar até o seu site e ainda estão tomando contato com a sua empresa e o seu nicho de atuação, enquanto outros já podem estar buscando as últimas informações antes de fechar negócio com você.

Justamente por isso, essas diferenças devem ser consideradas – afinal um conteúdo para quem ainda não conhece direito o seu mercado não deve ser o mesmo para alguém que você deseja convencer a comprar da sua marca, não é?

Na hora de montar a sua estratégia, crie conteúdos para todas as etapas: atração, consideração e decisão – e tenha um calendário editorial, definindo os temas para cada etapa, a data de postagem e também os materiais ricos que serão realizados em cada um desses estágios.

Conteúdos apenas sobre a empresa

Levar conhecimento até os seus leads é a premissa básica do marketing de conteúdo, mas, infelizmente, algumas empresas se esquecem disso e acabam produzindo conteúdos que apenas falem de si mesmas.

Esse é um erro fatal, afinal ninguém vai querer acessar seu blog ou suas redes sociais para saber sobre as incríveis vantagens do seu negócio. As pessoas estão pesquisando sobre soluções e informações que agreguem algo no seu dia a dia – e esse deve ser o seu foco ao definir os temas e a forma como eles serão abordados.

Procure educar seu público-alvo, levando até ele informações importantes e conhecimento que os ajudem no seu dia a dia e a fazer compras mais certeiras.

Se você tem um escritório de contabilidade, por exemplo, produza conteúdos que ajudem seu público-alvo com questões práticas do dia a dia, como os impostos a pagar na regularização da empresa, como fazer um planejamento financeiro para a empresa e também para sua vida pessoal, como poupar e investir e outras.

Muitos empresários pensam que oferecendo informações seus clientes deixarão de procurá-los, mas essa não é a premissa do marketing de conteúdo. Na verdade, ao oferecer informações ricas e gratuitas, seu público passará a ver a sua empresa de maneira diferenciada – como uma verdadeira autoridade no setor e como uma marca que se preocupa com as pessoas, e não apenas com o lucro.

Não lembrar-se da importância das palavras-chaves

Definir temas que sejam interessantes e relevantes para a sua persona é essencial, mas também é importante considerar as palavras-chaves que essas pessoas usam nas suas pesquisas nos mecanismos de busca.

Afinal, é através dessas palavras que o Google, por exemplo, entenderá sobre o que o seu texto trata, qual a relevância dele dentro desse tema e qual o posicionamento da sua página na hora de retornar a pesquisa.

Se você não usa as palavras-chaves certas e nem as dispõe de maneira adequada ao longo do texto, de acordo com os parâmetros de SEO, será muito improvável que o seu blog terá uma relevância nas pesquisas – o que significa que poucas pessoas encontrarão o seu conteúdo e a sua estratégia não dará certo.

Por isso, use ferramentas para saber qual é o volume de busca das palavras-chaves que pretende trabalhar (como o Planejador de Palavras-Chave do Google Adwords ou o SemRush) e use-as de acordo com as técnicas de SEO.

Não trabalhar novos formatos

A sua estratégia de marketing de conteúdo apenas engloba blog posts? Embora eles sejam muito importantes, é essencial variar a forma como você se comunica, oferecendo conteúdos mais densos (como os e-books) e também outros mais gráficos (como vídeos, infográficos e outros).

Para encontrar os melhores formatos, considere as preferências da sua persona e faça testes com a sua audiência. Disponibilize um conteúdo semelhante em vários formatos e meça quais possui maior engajamento e interesse.

Não se esqueça de que os materiais ricos (como os e-books, webinars, infográficos e outros) possuem uma grande importância nas estratégias de marketing de conteúdo, ajudando na captura de leads e até na conversão.

Outro cuidado imprescindível é lembra-se que as estratégias de inbound marketing e de marketing de conteúdo podem demorar a apresentarem resultados, afinal não é do dia para a noite que você construirá uma presença forte e sólida nos meios digitais.

Apesar desse tempo mais prolongado, os resultados obtidos costumam ser mais permanentes – trazendo um benefício maior a sua empresa em longo prazo.

Gostou de saber mais sobre os cuidados ao adotar uma estratégia de marketing de conteúdo? Então assine a nossa newsletter e receba sempre informações interessantes como essa!