Já pensou colocar a sua empresa diretamente em contato com profissionais e público-alvo de interesse para a sua marca e falar com mais de 380 milhões de pessoas? Pois tudo isso é possível com uma boa estratégia de marketing digital no LinkedIn.

A rede social voltada para os negócios não para de crescer, com mais de dois usuários se conectando por segundo – e pode ser o propulsor que faltava nas suas estratégias digitais para melhorar a percepção da sua marca dentro do seu nicho de atuação e até para conseguir fechar mais negócios, sobretudo para as empresas que atuam com B2B.

Quer saber mais sobre esse assunto? Continue a leitura e veja o guia completo que montamos!

Quais as características próprias do marketing digital no LinkedIn?

Antes de começar a planejar a sua estratégia, é muito importante que você compreenda que o LinkedIn é uma rede social com características próprias e bem distintas das demais redes, como o Facebook e o Instagram.

Isso porque esse é um ambiente estritamente profissional, e as pessoas ali presentes querem fazer contatos e receber conteúdos que ajudem na sua carreira, não comprar produtos ou serviços.

Assim, é essencial que as suas estratégias e campanhas tenham uma abordagem diferenciada, que não seja voltada exclusivamente para a promoção de vendas, mas sim para a construção de relacionamentos e para a valorização da sua marca dentro da sua área profissional.

Entender essa diferença é essencial para “não errar a mão” na abordagem, algo que pode ser fatal para a sua marca e ainda não trazer benefícios às suas campanhas. Lembre-se sempre de trabalhar focado nas buyer personas que você deseja atingir.

Como fazer marketing digital no LinkedIn?

Agora que você já compreendeu um pouquinho mais sobre as características essenciais dessa rede, que tal começar a colocar a mão na massa? Veja algumas dicas importantes.

Invista em conexões segmentadas

Uma das principais vantagens do LinkedIn é a possibilidade de fazer contato com aquelas pessoas e profissionais que realmente interessam ao seu negócio.

Se você trabalha vendendo software de gestão para pequenas empresas no ramo da saúde, por exemplo, poderá ajustar as suas campanhas para que as mesmas sejam divulgadas apenas para profissionais nesse ramo e para empresas com menos de 100 empregados, baseados na sua cidade ou região de atuação.

Isso amplia as chances de contatos realmente focados e que podem se transformar em leads potenciais do seu negócio.

Além disso, se você deseja se contatar diretamente com determinado profissional poderá realizar esse contato diretamente através de mensagem na própria plataforma, reduzindo os ruídos comunicacionais (como um telefonema não atendido ou um e-mail direcionado a caixa de spam).

Faça um bom perfil de empresa

Um perfil organizacional é o primeiro passo para conseguir se contatar e criar relacionamentos com as pessoas de interesse a sua empresa, incluindo possíveis funcionários.

Na hora de formatar o seu perfil, lembre-se que é importante que as informações ali relatadas estejam em sintonia com os outros canais de comunicação, como o site oficial, por exemplo.

Além disso, outros detalhes são importantes, como uma imagem de capa de qualidade, um perfil otimizado para as ferramentas de busca, o uso de vídeos e o preenchimento de todas as informações.

Depois é hora de começar a criar conteúdo e engajar as pessoas, mantendo seu perfil sempre atualizado e interessante.

Use o LinkedIn Pulse

Assim como em todas as redes sociais, no LinkedIn os conteúdos focados e de qualidade também são essenciais dentro da estratégia de marketing digital. O LinkedIn Pulse é uma ferramenta dentro da própria rede que permite aos usuários incluírem conteúdos e artigos.

A principal vantagem dessa ferramenta é o alto poder de visualização, já que, ao subir um novo artigo, todos os seus contatos recebem uma notificação. Além disso, diferente das demais redes, no Linkedin não existe limitação de tráfego orgânico e você não precisa se preocupar com Ads para garantir mais visualizações.

Se um conteúdo começa a fazer “sucesso”, automaticamente o LinkedIn passa a dar ainda mais visibilidade a ele, aumentando as chances de se tornar um viral – ampliando exponencialmente o número de pessoas que passam a conhecer e se relacionar com a sua marca, tornando-a um referencial dentro do setor.

Mas, claro, para conseguir isso é necessário produzir conteúdos relevantes, capazes de gerarem engajamento e que estejam focados nas dúvidas da persona ou na movimentação atual do mercado.

Além dos artigos, você poderá trabalhar com cases de sucesso e outros formatos – desde que, claro, contenham informações úteis e interessantes, levando as pessoas a quererem compartilhá-lo.

Saiba se relacionar com seus públicos de interesse

Relacionamento é a palavra-chave dentro do LinkedIn e todas as suas ações devem ser voltadas para construí-lo. Por isso é importante tomar alguns passos, como:

  • participe de grupos de discussão de maneira ativa, oferecendo soluções interessantes e monitorando os assuntos mais relevantes para o seu público;
  • use as opções de mailing do LinkedIn, enviando mensagens para potenciais clientes e conexões relevantes;
  • customize seus convites para novas conexões, deixando o claro o motivo pelo qual você deseja se conectar com aquela pessoa (a qual não necessariamente você precisa conhecer);
  • siga empresas de interesse para o seu negócio, ajudando você a se atualizar sobre as principais tendências do seu setor.

Use o LinkedIn Ads

Assim como acontece em outras redes sociais, no LinkedIn também é possível fazer anúncios, ajudando a sua empresa a se conectar com profissionais influentes dentro do seu setor.

Nessa modalidade, você pode escolher entre fazer um anúncio em vídeo (que deve ter até 30 segundos ou menos) ou em texto (o anúncio tem limitação de 75 caracteres).

Para fazer um bom anúncio algumas dicas são importantes, como: ser objetivo na hora de passar a mensagem, ter um call-to-action claro (como baixe o e-book, receba uma amostra grátis, etc.) e tentar trabalhar com o senso de urgência (você pode adicionar descontos, brindes e outros itens com prazo pré-definido).

Não se esqueça de segmentar o seu anúncio. A plataforma permite que você faça isso por localização, cargo, empresa, escola, grupo, idade e sexo.

Depois de todas essas informações, ficou mais fácil pensar em uma estratégia de marketing digital no LinkedIn? Acredita que essa seja uma rede valiosa para ampliar os leads da sua empresa? Deixe um comentário pra gente com a sua opinião!