O e-mail marketing é uma ferramenta extremamente poderosa quando falamos em estratégias de Inbound Marketing e por isso montamos um conteúdo super completo, com várias dicas importantes para você aproveitar ao máximo tudo que esses disparos planejados podem oferecer.

Na primeira parte, nós demos algumas dicas mais básicas e agora vamos aprofundar ainda mais no tema, ajudando você a tornar as suas estratégias digitais ainda mais eficientes e, claro, trazendo retornos muito mais interessantes para o seu negócio. Confira.

Dicas de e-mail marketing (Parte II)

Saiba conversar com seus leads

Não há nada pior do que receber um e-mail marketing “com cara” de SPAM, ou seja, aquele conteúdo totalmente padronizado, que apenas busca vender um produto ou serviço, sem sequer se importar com quem está do outro lado da tela recebendo aquela informação.

Se você deseja que os seus disparos realmente convertam, é muito importante saber conversar com seus leads, criando um tom de voz amigável e, claro, sabendo entretê-los ao mesmo tempo em que entrega uma informação valiosa.

Ainda que os seus disparos não sejam totalmente personalizados, é essencial que quem recebe esses e-mails sintam que você, ao menos, pensou no contato para criar aquele e-mail.

Algumas dicas, por exemplo, são:

  • assinar o e-mail marketing com o seu nome, e não apenas com o nome da sua empresa;
  • personalizar o nome da pessoa que está recebendo o envio;
  • criar um texto mais próximo de quem o recebe, mas sem muitos exageros, sendo sucinto e direto.

Pense com cuidado na escolha dos títulos

Quem trabalha com marketing digital sabe que nem sempre é fácil conseguir atrair a atenção do seu lead, e o mesmo acontece nos disparos de e-mail marketing. Lembre-se que o título desempenha um papel importantíssimo, afinal será o responsável por fazer com que o seu prospect abra o e-mail disparado.

Por isso, dê valor a sua escolha, pensando em títulos que sejam realmente atraentes e que façam com que, quem recebe o e-mail sinta vontade ou curiosidade em ler aquele material. Só tome cuidado para não criar títulos que prometem demais e disparar e-mails que não cumprem o combinado.

Otimize seus disparos para mobile

Nós sempre falamos aqui o quanto é importante ter um design responsivo e isso não se refere apenas ao seu site. Fazer um disparo de e-mail marketing que não funcione se for aberto em um smartphone ou tablet é dificultar a vida do seu lead e, claro, colocar em risco a sua estratégia.

Lembre-se que hoje a maior parte das pessoas acessa seus e-mails via aplicativos nos celulares e por isso sua comunicação precisa ser mobile. Assim, confira se o software que você usa para fazer o disparo de e-mail marketing possui essa opção e realize um teste antes enviando um e-mail para o seu próprio celular, por exemplo.

Não sobrecarregue o seu lead

Outro ponto muito importante para tornar a sua campanha de e-mail marketing mais proveitosa é ter um controle sobre a quantidade de disparos. É importante lembrar que a linha que divide uma estratégia de nutrição de leads e a noção de SPAM do usuário é bem tênue.

De acordo com uma pesquisa feita pelo Viver de Blog, 69% das pessoas entrevistadas citaram a alta frequência de e-mails recebidos como um dos principais motivos que as fizeram descadastrarem seus contatos de newsletters e outros.

Por isso, para quem usa sequências de e-mails automáticas (as famosas “autoresponders”) é muito importante conseguir dar um limite entre 3 e 4 dias separando um disparo do outro.

Mostre como você chegou até o lead

Ao fazer um primeiro disparo, é fundamental que você se apresente e também ajude o seu lead a se recordar de quando ele liberou o contato de e-mail para a sua empresa.

Afinal, se o seu lead receber um e-mail do seu negócio, mas não se lembrar de ter lhe dado o seu contato, é bem provável que ele irá lhe marcar como SPAM, algo nem um pouco interessante, não é mesmo?

Além disso, uma boa apresentação poderá fazer com que o seu contato se sinta mais atraído e interessado pelo seu negócio, se mostrando propenso a abrir os novos disparos que você fizer. Gentileza e educação ainda continuam sendo fundamentais no contato com clientes.

Foque nos problemas do seu lead

Quando falamos em estratégias de conteúdo, nós sempre citamos a famosa Lei de Pareto, que diz que 80% do seu conteúdo deve ser voltado às dúvidas e dificuldades do seu lead, e apenas 20% sobre a sua empresa.

Com o e-mail marketing isso não é diferente. Será muito mais difícil que os seus disparos convertam se os conteúdos que eles abordam apenas focam na sua empresa, no quanto ela é melhor que a concorrência, no quanto ela cresceu nos últimos meses e assim por diante.

Se você quer que as pessoas abram e interajam com seus e-mails, então você precisa fazer disparos que sejam úteis a elas, oferecendo informações ricas e valiosas para os problemas que elas apresentam – e não uma simples propaganda do seu negócio.

Por isso, volte o seu olhar para a sua estratégia, analise muito bem cada um dos seus leads e das suas personas, e entenda as principais dificuldades que eles apresentam.

Evite o uso de imagens

As imagens são ótimas para criar diversos tipos de designs, mas nem sempre são fáceis de carregar ou funcionam da mesma maneira em todos os navegadores. Isso significa que, se o seu e-mail marketing é totalmente baseado em imagens, muitos dos seus clientes sequer conseguirão abri-los (ainda mais se estiverem navegando em uma conexão via 3g, por exemplo).

Por isso, sempre que possível, tente criar um e-mail mais limpo, com texto e hiperlinks, além de um CTA claro e visível. Quanto mais simples for o seu disparo, maior a probabilidade de ele funcionar em qualquer aparelho ou tipo de conexão, aumentando as taxas de cliques.

Analise as suas estatísticas

É claro que todas essas dicas são importantes, mas nenhuma estratégia de e-mail marketing é como a outra, afinal cada grupo de leads se comportam de uma maneira específica.

Por isso, mais importante do que seguir receitas prontas é tentar entender o comportamento da sua base de contatos, analisando suas métricas e estatísticas e criando campanhas que sejam realmente “matadoras” para os seus contatos.

Você gostou das nossas dicas de e-mail marketing? Ainda ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Deixe um comentário pra gente!

Agendar reunião Inbound Marketing