A quantidade de pessoas conectadas à internet não para de crescer. A expectativa do setor é de que, até 2018, sejam quase 130 milhões de usuários. Os smartphones são os grandes propulsores desse salto e fizeram com que um número enorme de brasileiros pudesse aproveitar de todos os benefícios trazidos pela rede.

Justamente por isso, vários são os empresários que desejam colher os frutos de toda essa exposição, o que faz com que a procura pelo marketing digital aumente. Porém, apenas postar alguns conteúdos sem nenhum objetivo nas redes sociais não é capaz de ajudar você a vender mais e nem a fortalecer a imagem do seu negócio.

Se você está convencido de que o marketing digital é o que faltava para melhorar os resultados da sua empresa, mas não tem ideia de por onde começar continue a leitura e saiba tudo sobre esse assunto!

O que você deseja com o marketing digital?

Antes de começar a planejar ações, é essencial que você defina os objetivos que deseja com a sua estratégia. Quais são as prioridades no momento para a sua empresa? Entenda que para cada meta podem ser necessárias estratégias diferenciadas, por isso comece aos poucos, definindo aqueles objetivos mais primordiais no momento.

O marketing digital pode ser usado para:

  • melhorar e fortalecer a imagem da sua empresa no universo digital;
  • aumentar as suas vendas;
  • melhorar o relacionamento com seus consumidores, fornecedores e possíveis clientes;
  • aumentar a influência da sua marca perante públicos de interesse;
  • captar mais leads para futuras vendas;
  • influenciar o seu meio;
  • entre vários outros objetivos.

Se a sua empresa ainda não tem nenhuma presença digital pode ser interessante começar fortalecendo a sua marca e, então, passar a agir de maneira mais agressiva buscando novos clientes e fechando mais negócios.

Lembre-se que, como em tudo no marketing, o mundo digital não oferece milagres. Embora existam mais métricas e possibilidades de controle, ainda é preciso tempo, dedicação e investimento para que você consiga começar a ver os resultados das suas ações. Por isso, sempre desconfie de promessas milagrosas de aumento de vendas em apenas “x” meses, por exemplo.

avaliaçao da presença digital

Como é a sua equipe de marketing digital?

Agora que você já sabe o que quer é hora de começar a pensar em como chegar lá. Se você é uma pequena e média empresa pode ser que não disponha de uma equipe interna especialista em marketing, e nessas horas querer fazer tudo sozinho pode ser um erro.

Embora o marketing digital seja bem mais acessível, graças aos vários cursos e conteúdos gratuitos disponibilizados na rede, contar com ajuda profissional é essencial para garantir que você terá o resultado que espera.

Além disso, lembre-se que estratégias digitais demandam bastante tempo e pode ser que você não tenha disponível todas essas horas de dedicação para adequar as suas estratégias corretamente, fazendo com que suas ações não sejam tão efetivas quanto você espera.

Se a sua empresa conta com um time interno de marketing é preciso entender quantos especialistas na área digital você possui. Lembre-se que o marketing digital é bastante diferente do tradicional, não apenas pelo uso de ferramentas específicas, mas também pela abordagem e entendimento dos desejos do consumidor.

Nesses casos é sempre importante contar com uma agência especializada em marketing digital que pode lhe ajudar a ter resultados mais expressivos, com um melhor retorno sobre o investimento e ainda deixando mais tempo livre para que você e seus funcionários possam se dedicar ao core business do seu negócio.

Os passos básicos das estratégias de marketing digital para pequenas e médias empresas

Agora que você já sabe onde quer chegar e quem lhe ajudará a conseguir isso é hora de começar a delimitar alguns pontos fundamentais que serão os responsáveis pelo sucesso da sua estratégia. Confira.

As personas

No marketing tradicional é muito usado o termo “público-alvo” que é bastante amplo e genérico. A internet é um universo muito vasto e definir muito bem que se deseja atingir é fundamental para que suas estratégias sejam bem sucedidas. Por isso, foi criado o termo “buyer personas”, ou personas.

Elas são representações semifictícias do seu consumidor ideal, contendo informações importantes que ajudam a entender o seu público, como sexo, faixa etária, renda, linguagem mais adequada, fontes de informação que mais consomem, problemas que apresentam, itens que valorizam nas marcas que consomem e soluções que só o seu negócio pode oferecer para essas pessoas.

Os canais

Entendendo quem são as suas personas fica mais fácil pensar em “locais” para encontrá-las e formas de se comunicar com essas pessoas. O marketing digital preza muito pelo uso de conteúdos gratuitos e altamente informativos que ajudem essas personas a se relacionarem melhor com a sua marca e com o seu setor, entendendo e valorizando os seus produtos e serviços.

Por isso, definir as formas de distribuição desses canais é tão importante. Embora os blogs sejam amplamente utilizados, você também poderá investir em outros setores, como conteúdos em vídeos, podcasts e nas redes sociais.

Essas últimas são extremamente importantes e garantem o engajamento das pessoas com as suas ações de marketing. Para definir quais serão mais usadas, analise novamente a sua persona e entenda quais redes sociais são mais interessantes para quem você deseja atrair.

Os conteúdos

Não adianta definir os canais se você não tem conteúdo para divulgar. Na hora de definir quais temas serão abordados considere:

  • a jornada do consumidor ou funil de vendas;
  • as palavras-chaves do seu nicho;
  • a linguagem mais usada pela sua persona;
  • as dúvidas e problemas da sua persona;
  • o que os seus concorrentes estão falando.

A partir de todas essas informações você poderá começar a pensar em temas e conteúdos a serem abordados, sempre cuidando para que os mesmos estejam formatados adequadamente, contenham a palavra-chave e usem técnicas de SEO.

O relacionamento

Não existe marketing digital sem relacionamento, afinal as pessoas estão na rede para se conectarem umas com as outras e também com marcas que tenham relação com a forma que vivem e pensam.

Criar e disseminar conteúdo são ações importantes, mas é preciso ir além, buscando engajar as pessoas que lêem seu blog ou curtem suas redes sociais. Para isso, você pode pensar em várias estratégias, como promoções e campanhas específicas nas redes sociais e também a automação em e-mail marketing, enviando promoções e conteúdos para seus clientes de forma personalizada.

Todas essas ações devem ser sempre direcionadas ao seu objetivo. Assim, se você deseja melhorar o relacionamento com os seus clientes, criar espaços nos quais eles podem dar sua opinião ou contribuir com ideias pode ser interessante, por exemplo, enviar um produto para teste gratuito a um determinado número de clientes fieis e postar os comentários deles nas suas redes como reviews de itens a serem lançados.

As métricas

Agora que você já montou sua estratégia e colocou para “rodar” é hora de analisar se os resultados estão dentro do esperado. As métricas podem variar muito de acordo com os seus objetivos.

Por isso, não existem itens padrões que você deve conferir. Se a sua ideia é aumentar as suas vendas, ficar de olho no número de leads captados e na taxa de conversão pode ser mais interessante do que no número de tráfego nas páginas do seu site, por exemplo.

Acompanhar as métricas periodicamente garante que, qualquer resultado abaixo do esperado seja corrigido rapidamente, evitando perdas maiores.

E então, com essas dicas, ficou mais fácil montar a sua estratégia de marketing digital? Se você gostou desse conteúdo, curta a nossa página no Facebook e receba sempre dicas interessantes como essa!

Agendar reunião Inbound Marketing